top of page

A não ser que...

É comum professores serem visitados por seus colegas de magistério, alunos e ex-alunos, amantes de livros e interessados nos assuntos que lhes dizem respeito. A casa e o local de trabalho deles sempre estão abertos para os membros dessa comunidade. Nada há de excepcional nesses encontros, podendo-se até afirmar que de muitas dessas visitas a sociedade se terá beneficiado. Projetos importantes, pesquisas relevantes, informações fundamentais para o avanço das ciências e para a formulação de políticas públicas podem ter sua origem nesse contato próximo, frequente e, sobretudo, decente. Outro não é o propósito da maioria desses profissionais, sem que se exclua a hipótese de existirem alguns de seus colegas, como as exceções que confirmam a (ainda) regra. Ao contrário, não serão encontrados em bocas de fumo visitantes diferentes de envolvidos no tráfico de drogas, no seu consumo ou nos lucros que elas proporcionam. Cada comunidade, como as diversas espécies de insetos, tem as luzes que as atraem. Próximas por identidade de valores, propósitos e práticas, as comunidades são solidárias e seus membros se protegem reciprocamente. Não se exclua, no caso das comunidades humanas, a visitação de pessoas pertencentes a outros grupos de interesse. Médicos podem visitar e ser visitados por advogados. Músicos não são rejeitados por amigos odontólogos, se os querem visitar. E vice-versa. É provável, porém, que uma pessoa cujos crimes são conhecidos e que enfrenta processos em andamento se sinta pouco à vontade para propor visita a um amigo. A não ser que ...

10 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Uns e outros

E necessário insistir: governos não erram, apenas escolhem os beneficiários de suas decisões. Alguns, como o do triPresidente Lula, têm que se submeter a práticas viciadas e danosas à sociedade. Mesmo

A soberania transferida

Muito se tem discutido a respeito do papel do Banco Central. Não o suficiente, porém, para permitir julgamento e manifestações destituídos dos valores e interesses postos em jogo, nem sempre de maneir

Mentalidade

Tenho chamado mentalidade zonafranqueana a certo modo de ver o Mundo. Algo expresso no que chamamos visão de mundo, em todo caso orientador de interpretações do ambiente social e físico em que estamos

1 Comment


zanato.giustina49
zanato.giustina49
Aug 22, 2023

Ficou feliz de saber o Lula e sua Comitiva bem selecionada, na Africa do Sul...bem proximo do Moçambique...Tem lembranças da visita Dele neste Pais...quanto ajudou para que se implantassem alguns Sistema de segurança para os Trabalhadores...alguns funcionários deixaram marcas significativas...mas não gostaria que se esperasse ainda mais estes Paises que estão deslumbrando uma DEMOCRACIA sem construir nas "bases" a participação... Tem marcas de morte...em muitas familias e a corrupção é quase que idolatrada...

Ainda hoje muitas crianças estão fora de um processo escolar de qualidade....morrer x verminose, pneumonia...por falta de água tratada...E as "multinacionais" se enrequessendo porquê é facil estabelecer moedas para os Pobres favorecendo os mais RICOS...

Like
bottom of page