Ataque furioso

Fosse igual à disposição de Paulo Guedes quanto ao combate à pandemia, talvez não seriam tantos os brasileiros mortos pela covid-19. São do sinistro da Economia as palavras. Em 2021 ele vai para o ataque, em seu propósito de entregar tudo o que os brasileiros construíram. A fúria com que diz isso, o olhar injetado pelo sangue que ele ainda não conseguiu tirar no nível desejado, o sabor da frustração na boca, Paulo Guedes agenda os próximos passos da guerra nada santa em que se empenha. Ao mesmo tempo em que chora o sangue ainda não derramado, anuncia a sentença imposta aos sobreviventes: o auxílio emergencial, à custa do qual mantêm-se respirando milhões de famílias brasileiras, tem os dias contados. Só a ameaça de redução da probabilidade de o chefe reeleger-se pode alterar os rumos da guerra do filhote de Chicago. Xi!...

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Quantos são

O dia chegará, como chegou para os responsáveis pelo Holocausto. O genocídio de 6 milhões de judeus, negados ainda hoje pelos discípulos e seguidores do Führer. O rol dos acusados só não levará à barr

Melhor calado

Afinal, o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso se manifestou. Desta vez, para recriminar correligionários e liderados aptos a se alinhar com Henrique Lira, na disputa pela Presidência da Câmara dos

Mestra da vida

Ver os acontecimentos quando eles estão ocorrendo é bom. Mas não dispensa conhecermos os fatos que não vimos quando ocorriam. Quem quiser saber mais sobre a participação dos militares em nossa vida po

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.