top of page

Foi bonita a festa ...

...pá! Como teria sido a nossa, depois da longa noite que durou 21 anos. O exemplo da antiga metrópole não prosperou abaixo da linha do Equador. Baionetas não fazem melhor que cravos. Desde que os cravos não pendurem na cruz. Nem o pau-de-arara se torne o instrumento oficializado. Não se lembra o cheiro de alecrim, quando e onde o cheiro de sangue atrai. Viva o 25 de abril português! Viva o poeta que sabe e vive o nosso cotidiano. E quanto roda viva a vivaz roda da Vida!

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não fazem falta

Há indivíduos que, ausentes, fazem enorme favor aos outros. Cafu e Ronaldinho Gaúcho organizam um jogo entre veteranos, cuja renda se destinará às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Enquanto

O medo da urna

A credibilidade do governador Eduardo Leite afundou de vez nas águas do Guaíba e outros rios. Quando todas as cidades atingidas pelas enchentes baixarem, restará na lama o prestígio do governante. Alé

Provas provadas

A Revista de Saúde Pública, do Instituto Sérgio Arouca, tirou as dúvidas. Nós municípios em que o ex-capitão excluído das forças armadas e tornado inelegível venceu as eleições de 2022, o índice de mo

Comments


bottom of page