top of page

Um novo Alencar

Não trato, aqui, do autor de Iracema. Ao nome do escritor cearense faltava o DE que o outro não tinha. Nem o primeiro chegou à vice-Presidência. O nome do próximo, anuncia-se, parece distante dos mares bravios, sem que lhe apeteça o gosto do mel. Aquele gostinho que José Sarney atribuía ao puder, no seu sotaque de legítimo maranhês, substitui os lábios da personagem alencarina. Geraldo Alckmin não é José Alencar, sendo-o, dadas as circunstâncias.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pecadores e pescadores

Os pescadores em águas turvas não perdem tempo. Enquanto resistem à inclusão da carne dentre os itens isentos de impostos, inventam a isenção de armas, munições e tudo o que concorre para aumentar a v

Difícil desaprendizado

Ou fiquei analfabeto ou sou levado a grande confusão. Leio no Valor Econômico (10-7-2024, p.4) números relativos ao varejo. Lá se registra comparação das vendas entre os dois primeiros trimestres dest

Commentaires


bottom of page