top of page

Todos em seu lugar

É interessante observar as contradições em que entram certos observadores do cenário político e social do País, ao longo do tempo. Se for para valer, a frase o tempo é senhor da razão acabará por desencadear nova epidemia, a da reflexão sendo a primeira manifestação. Se isso ocorrer, no batalhão (perdoem a palavra, por atual que ela seja) dianteiro dos infectados estará a Presidente do Instituto Liberal do Nordeste. Frequentadora das páginas da Folha de São Paulo, Catarina Rochamonte parece desconfortável, em relação às mentiras nas quais acreditou e no seu interesse pelos fatos que tem acompanhado. É tanto seu dissabor, que o jornal editou, dia 26 último, texto no qual ela diz que a Aliança pelo Brasil, anunciada pelo atual ocupante (nem sempre frequentador assíduo) do Palácio do Planalto, deu no que ela chama aliança pela corrupção. Liberal à moda brasileira, Catarina talvez não tenha as mesmas razões que a maioria dos oposicionistas e críticos, em relação ao que alguns ainda acreditam tratar-se de alteração na orientação do Presidente da República. Ainda mais agora, que ele confessou de público nunca ter deixado de ser do centrão. Uma espécie de centrão-de-raiz. A articulista, porém, não está sozinha, porque não têm sido poucos os que abandonam o barco, duvido que a maioria deles por outra razão que não a incapacidade para entregar de vez o que ainda resta do patrimônio público à voracidade dos patriotas de todo matiz. Se houver nesse grupo algum interessado em resolver realmente, sem preconceitos e apetite egoístico demasiado, os problemas nacionais, teremos uma bendita epidemia. Aquela que, desnecessitada de vacinas, não encontrará remédio fora da boa aplicação da Constituição e funcionamento das instituições, cada qual no seu quadrado.

3 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

1 則留言


O empresariado nunca viu na corrupção algum impedimento de eleger um presidente que garanta lucros cada vez maiores e impostos cada vez menores.

O Instituto Liberal do Nordeste precisa pensar no impeachment de sua emotiva presidente.

按讚
bottom of page