top of page

Sem os cem

A pandemia e a guerra na Ucrânia têm pretextado decisões e ações governamentais em grande medida inadequadas. À parte os interesses em jogo, ainda concorrem para dificultar o exercício de mandatos executivos e legislativos práticas pouco afeitas à democracia. Nestas, contudo, há a tradição de conceder pouco mais de três meses aos governantes, antes de ser feita a primeira avaliação de duas açôes. Uma espécie de trégua, que não só representa o grau de tolerância dos governados, quanto dá àqueles a tranquilidade necessária à fixação dos rumos a seguir. Quando, como no Brasil do Tripresidente, o país que ele encontrou revela situação de terra arrasada, os problemas se ampliam, aprofundam e tornam maior o desafio a enfrentar. Mesmo assim, esse - digamos - direito não foi concedido a Lula. Até jornalistas aparentemente simpáticos ao Presidente perderam cedo a paciência. Desde os primeiros dias de 2023, a gestão de Lula vem sendo posta à prova. Decorridos menos de 80 dias, desde que subiu pela terceira vez a rampa, a impressão que o desavisado colherá é a de que o governo acumula fracassos e equívocos que nem de longe podem ser atribuídos ao Tripresidente. A começar pelas chantagens de Arthur Lira e o centrão, que têm feito reféns todos os governos. Em nome de uma tal - e falsa - governabilidade, os segmentos hostis à redução - porque superação não é sonho para cem dias, talvez para 100 anos - reclamam porque se sentem ameaçados. A ganância desses segmentos não se volta apenas à manutenção de seus privilégios, porque pretende de fato fazer-nos retornar ao Brasil antes de 1888. Senhores de escravos e seus capitães do mato não deixam governar qualquer que deseje cumprido o artigo 3° da Constituição. Por isso, ficam sem o período de tolerância Lula e tantos mais que quiserem uma nação menos injusta e desigual.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comentários


bottom of page