Segredo e golpe

Mário Sérgio Conti traz oportuno texto sobre o golpe de Estado, na Folha de São Paulo do último sábado. Embora me desagrade a conotação depreciativa emprestada à palavra mocorongo, o autor aborda o estreito vínculo entre o golpe de Estado e a surpresa. Em síntese, o expediente usado pelos inimigos da democracia só se ajusta ao descrito pelo pré-iluminista Gabriel Naudé (1639), se ocorre sem aviso prévio. No Brasil, porém, as coisas – qualquer coisa – frequentemente desmentem tudo quanto se conhece, em teoria e Ciência. O pretextado combate à pandemia é exemplar desse tipo de desvio. No caso do golpe de Estado, conforme seu conceito, Conti lembra a ação do general que se auto-intitulava vaca fardada (Olympio Mourão Filho), ao pôr sua tropa, sorrateiro, em direção a Brasília. Desatou o golpe à revelia dos companheiros de aventura. Torna-se mais difícil conter os golpes, proporcionalmente ao que se sabe deles, de sua preparação, de seus propósitos. Tendo isso em vista, o erudito articulista da FSP, sem o explicitar, faz uma advertência aos democratas brasileiros. Ou não é esse o objetivo dele, ao escrever: Bolsonaro diz dia sim outro também que dará um golpe. Para tanto, aparelha o Estado de fio a pavio. Afundará o Brasil outros dois anos. E ninguém faz nada para detê-lo. Acrescento: é para isso que as instituições estão funcionando normalmente, como normalmente dizem as autoridades? Cortinas de fumaça não mudam a realidade, apenas a escondem.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ordem verbal

Os estudiosos da Psicologia são uns danados! Eles vão buscar no fundo mais profundo das pessoas a motivação de toda sorte de comportamento. Cada qual a seu modo e preferência, são eles os profissionai

O galho de cada um

Há quem diga não ser a vida mais que um espetáculo teatral, pelo que ela, apresentando-os, representa os sentimentos e inspirações que justificam a conduta dos membros da sociedade. Dizem os comportam

Direito de expressão e charlatanismo

Para dizer o menos, foi inoportuna a nota divulgada pelo Centro de Comunicação Social do Exército, a propósito de matéria publicada no semanário Época. Assinado pelo jornalista Luiz Fernando Vianna, o

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.