top of page

Recrutamento político

Nas últimas décadas, dentre as mudanças observadas, uma diz respeito às fontes de recrutamento dos políticos. Antes, ia-se busca-los nos sindicatos e nas escolas. E nas famílias de políticos antecessores. Seguiu-se a inclusão de cabos eleitorais, servidores de políticos em exercício de mandato e lideranças comunitárias. Sem que os parentes e aderentes dos políticos saíssem da lista. Agora, mantida essa circunstância mais

as outras que se foram agregando, surgiu nova fonte - os conselheiros tutelares. Antecedidos, não se esqueça, de militares. Em especial os que viram vantagens em postular o enfraquecimento da democracia fora da caserna. Em outras palavras, aproveitando-se de sua vítima e pelo que ela oferece em termos de argumento, falso que seja, para convencer os incautos. Geralmente esses, em detrimento dos que defendem o regime democrático e são avessos a qualquer forma de autoritarismo. É o que se tem visto em muitas cidades brasileiras, ainda que faltem números relacionados ao tamanho da colheita. Ignoro a existência de algum levantamento ou pesquisa revelador da proporção em que os conselheiros tutelares se têm valido dessa condição, na busca de um mandato legislativo. Menos, ainda, quantos têm êxito e quantos têm perspectivas de renovar seus mandatos. Neste caso, superando a dificuldade de encontrar lugar no mercado de trabalho, tão escassos de conhecimentos, bons sentimentos e discernimento. Porque o mandato popular, conquistado graças à falta de oportunidade de grande massa de eleitores, é pouco exigente. Não se pode descartar a hipótese de que muitos desses conselheiros transformados primeiro em vereadores, depois em deputados federais e - sabe-se lá quando e onde, em parlamentares federais. Também a respeito disso se sabe muito pouco, se não quase nada. Ao menos por curiosidade, seria desejável promoverem-se estudos relacionados à presença de ex-conselheiros tutelares e sua trajetória na vida política nacional. Mesmo correndo o risco de recolher respostas falsas.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mudanças conceituais

Vivemos em um mundo em permanente mudança. Não há um só dia em que algo não mude, em todo lugar. As alterações da natureza, em geral lentas, ajudam a caracterizar períodos geológicos e se medem em esc

É possível uma sociedade diferente

As recentes eleições no Reino Unido e na França fizeram renascer sonhos que pareciam sepultados. Por enquanto, as avaliações se têm prendido aos números, sem que emerjam e ganhem a luz solar questões

A sede do reacionarismo

Balneário Camboriú reuniu o que há de mais retrógrado no pensamento político do Brasil e de algumas outras nações. Maior destaque foi dado ao Presidente da Argentina, Javier Milei, e não sem razão. A

Comments


bottom of page