top of page

Prognóstico e perdão

Os negacionistas de toda estirpe e jaez devem estar perplexos. Ou zonzos. Enquanto o (des)governo que incensam e adoram estertora, a covid-19 recrudesce, aumentando a trágica colheita para a qual contribuíram. Não é essa, porém, a razão de seu desgosto. Nesse campo (santo, dizem dos cemitérios), conseguiram multiplicar por mais de 20 o número desejado e buscado por seu líder. Foi ele mesmo quem o fixou - e disse de forma indubitável. O mal-estar de quem vê na morte dos outros um triunfo digno de festa vem da presença do vencedor da recente disputa presidencial, nos palcos e folhas do Mundo. Desatentos à Ciência, hostis à Humanidade, nunca deram atenção às dezenas de títulos acadêmicos concedidos por importantes instituições internacionais ao ex-metalúrgico brasileiro (e nordestino) Luís Inácio Lula da Silva. Defrontam-se, agora, com a ascenção do alvo de seus ódio, preconceito e hostilidade, guindado ao primeiro degrau do pódio onde têm pés outros líderes de dimensão mundial. Um trabalhador que governou o Brasil por dois períodos, cuja marca no cenário internacional se manifesta na comemoração das lideranças mundiais e no registro de praticamente todos os mais influentes meios de comunicação de todos os continentes. É prudente os incensadores do (des)governo moribundo já irem se acostumando com a indicação de Lula para o Prêmio Nobel da Paz. Esperem, tomem Rivotril e fiquem em paz. O Tripresidente os perdoará. Até os que perderam algum amigo/a, avô/ó, pai, mãe, filho/a, neto/a, primo/prima, vizinho/a, conhecido/a apenas, com a contribuição ativa ou omissiva de seu líder, também os perdoarão. Aos que cultuam a Vida e cultivam a Paz, restam o perdão e o desprezo, pela alma pequena dos negacionistas. Indignos do ódio dos outros, não há alternativa para estes, senão conviverem com os demônios que os habitam e os roem as entranhas.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comments


bottom of page