top of page

Pode ser um retrato revelado

Considero a Matemática uma das maiores invenções do engenho humano. Sobretudo quando as contas não ignoram a quem devem servir - à sociedade humana, em primeiro e respeitável lugar. Isso, porém, nem sempre tem sido levado em consideração, talvez porque é mais fácil substituir cálculos difíceis pela ação de uma geringonça eletrônica, algo impossível de fazer, quando os sentimentos humanos entram em jogo. É preciso, sobretudo, relacionar os números não apenas aos fatos mais próximos deles, mas as circunstâncias em que ele os traduz na sua linguagem peculiar. Li sobre os 31 senadores que assinaram o pedido de CPI do MEC, sob a liderança do senador Randolphe Rodrigues. Das 27 unidades da Federação, aqui incluído o Distrito Federal, 20 (74%) estão representadas no rol dos assinantes. Do próprio Distrito Federal e São Paulo, toda a bancada de senadores apoia a CPI. Outros sete Estados (PE, PB, SE, RN, CE, AM, MS) contribuem com dois dos três representantes. Outros onze Estados completam, com um senador de cada, os 31 signatários do pedido. Parece-me que essa distribuição deve ser considerada pelos analistas. Ainda mais se levarmos em conta as eleições de outubro, na qual boa parte dos políticos têm os olhos grudados. Alguns, sendo disputantes dos votos em suas respectivas bases estaduais. Na Amazônia, por exemplo, somente o Estado de Roraima e o Tocantins estão de fora. No Nordeste, só o Maranhão e o Piauí têm uma só assinatura no documento inaugural que certamente trará novos constrangimentos ao (des)governo. Diferente dos que odeiam a Política, não conheço nenhum espaço mais adequado ao seu pleno, permanente e vibrante exercício que as casas do Parlamento. E sei, sem deplorar, que uma CPI, ocorra quando e onde ocorrer, sempre oferecerá palanque às duas partes em confronto. Só esse fato poderia agradar aos que veem a democracia sem hostilidade ou rejeição. Parlare, parler, habar, falar é o que de maior se poder exigir de parlamentares, nada mais nada menos que porta-vozes dos segmentos sociais que para lá os mandaram. O caráter da Politica, assim, vincula-se a toda forma de símbolo, seja um gesto, seja uma palavra. Esta, contendo o discurso; o outro, a conduta. Por isso, saudemos o novo e magno palanque em que se constituirá a CPI do MEC. Que ela tem tudo para nos ensinar onde está a mentira, onde a verdade é enxovalhada ou se escondeu. Qualquer pretensão de esvaziar ou tolher os passos da CPI, se não matará pacientes como a anterior constatou, poderá pôr à mostra os pés de barro de muitos salafrários.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comments


bottom of page