top of page

Parcela paga

O professor José Ribamar Bessa Freire, amazonense dos quadros da UFRJ, destaca recente decisão do Prefeito de Manaus. Graças a ela, as quatro escolas indígenas da cidade incluíram em sua grade curricular o ensino das línguas Nheengatu e Kambeba. Babá, como outros (o editor deste blog dentre eles) que aplaudem a decisão, esperam que o exemplo prospere e ultrapasse os interesses meramente eleitoreiros. A repercussão do Taquiprati há de espalhar-se. Outras parcelas dessa enorme dívida para com os povos tradicionais deverão ser pagas.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mandatos pró-ambiente

PSOL e Rede inscreverão 11 de seus filiados para concorrer nas próximas eleições municipais. Eles são candidatos a uma vaga coletiva, para defender o meio ambiente, diante da degradação por que passa

Genocídio dos indígenas

Vai de vento em popa o processo de exterminação das populações e povos originários nas terras a que os europeus chegaram em 1500. O Conselho Missionário Indigenista, o bravo CIMI, ainda dia 16 deste m

TRE convida Comitê Anti-Corrupção

O Comitê Amazonas de Combate à Corrupção participará, na tarde de hoje (15:00) da Reunião Geral de Combate à Desinformação com os institutos de pesquisa eleitoral, no Plenário do TRE/AM. Será discutid

Comments


bottom of page