top of page

Paciência não é aderência

Depois de dois anos filiado ao PT, o pranaense Roberto Requião deixa a sigla. Descontente com a pre-candidatura de Renato Ducci à prefeitura de Curitiba, essa escolha do PT seria uma das causas da desfiliação. Há de ter pesado mais, contudo, o abandono, pelo Partido dos Trabalhadores, de suas teses e lutas fundadoras. Requião há algum tempo crítica a inclinação do PT para a centro-direita. As esperanças do ex-governador do Paraná - como de boa parte dos brasileiros - seguiram a máxima de Milan Kundera. Desmancharam-se no ar.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mandatos pró-ambiente

PSOL e Rede inscreverão 11 de seus filiados para concorrer nas próximas eleições municipais. Eles são candidatos a uma vaga coletiva, para defender o meio ambiente, diante da degradação por que passa

Genocídio dos indígenas

Vai de vento em popa o processo de exterminação das populações e povos originários nas terras a que os europeus chegaram em 1500. O Conselho Missionário Indigenista, o bravo CIMI, ainda dia 16 deste m

TRE convida Comitê Anti-Corrupção

O Comitê Amazonas de Combate à Corrupção participará, na tarde de hoje (15:00) da Reunião Geral de Combate à Desinformação com os institutos de pesquisa eleitoral, no Plenário do TRE/AM. Será discutid

Comentários


bottom of page