top of page

Ossos do ofício


Confeccionada toda em osso, a peça dá a impressão de constituir um só bloco. Adquirida na região das Pirâmides, de Theothilhuacán, a 40 km ao norte da capital mexicana, em janeiro de 2013. Pode-se suspeitar tratar-se de osso de mamute, cuja ocorrência na região foi constatada durante as obras do aeroporto Internacional Felipe Ángeles. Lá teriam sido encontrados 130 esqueletos desse ancestral do elefante, segundo registro do Instituto Nacional de Antropologia e História do México, INAH. As vicissitudes passadas pelo cavaleiro da Mancha e seu fiel escudeiro e o trabalho dos arqueólogos do INAH bem sugerem, se não justificam, o título acima.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page