top of page

O principal determinante

Muitos são os expedientes e pretextos de que se vale a elite brasileira para fazer-se e apresentar-se apenas como conservadora. Só por absurdo é possível admití-la assim, diante do que a mais desatenta percepção revela. Embora classificado dentre os dez países de maior Produto Interno Bruto, ocupamos ligar ainda mais próximo do grau máximo de pobreza, retratado no chamado índice de Gini. Neste, mais próximo de 1, maior o nível de desigualdade do país avaliado. A relação entre o tamanho do PIB (o total da riqueza produzida) e a distribuição dela entre os habitantes (segundo o índice de Gini), em nosso caso, mostra a exploração a que está submetida a grande maioria dos brasileiros, de que se beneficia não mais que 1% da população. Em outras palavras, a riqueza produzida escorre em direção a pequeníssima parcela, ao passo em que expressivo contingente populacional é mantido ou devolvido às condições de fome e doença por todos conhecidas. É dessa apropriação iníqua e perversa que resultam, portanto, os baixos índices de desenvolvimento humano que nos envergonham na sociedade internacional. Ser conservador, quando a esmagadora parcela dos habitantes sofre problemas atribuíveis à pobreza e pequeníssimo é o número dos que acumulam de forma crescente a riqueza, não pode ser mais que atestado de criminoso egoísmo. Ignorar que TODOS os nossos problemas sociais decorrem desse fenômeno acrescenta a perversidade que preside nossa vida social. Assim, conservar quer dizer perverter. Ademais, a redução das desigualdades, regionais e pessoais, é mandamento constitucional. Despreza-lo, por si mesmo significa ofender a Constituição considerada Cidadã.
2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comments


bottom of page