top of page

O desafio a Biden

As dificuldades eleitorais enfrentadas por Joe Biden acabarão por influenciar futuras decisões do genocida Benjamin Netanyahu? Sabe-se lá...!Cada dia se torna mais difícil ao atual Presidente dos Estados Unidos da América do Norte aumentar o grau de competitividade em relação a Donald Trump. Sua situação se vem complicando tanto, que uma pessoa desatenta não titubearia em tê-lo como um socialista, se logo não o tachar de comunista, ao ouvir seu discurso no Congresso norte-americano, semana passada. É difícil admitir que tudo quanto Biden afirmou, às vezes com firmeza e eloquência que não lhe são costumeiras, a respeito dos ricos de seu país e das ações criminosas de seu protegido israelense, guarda alto grau de sinceridade. Ou, ao menos, de convicção. Mas Biden sabe que seu barco não navega em mar de rosas. Muito por causa de seu apoio a Netanyahu, ficou mais próximo o momento em que o povo palestino poderá se transformar apenas em memória. E, já se sabe, mesmo que Trump seja condenado em alguma das ações judiciais contra ele propostas, se preso poderá assumir a Presidência e governar. Será tarde demais para Biden recuperar a competitividade em processo de erosão?

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mudanças conceituais

Vivemos em um mundo em permanente mudança. Não há um só dia em que algo não mude, em todo lugar. As alterações da natureza, em geral lentas, ajudam a caracterizar períodos geológicos e se medem em esc

É possível uma sociedade diferente

As recentes eleições no Reino Unido e na França fizeram renascer sonhos que pareciam sepultados. Por enquanto, as avaliações se têm prendido aos números, sem que emerjam e ganhem a luz solar questões

A sede do reacionarismo

Balneário Camboriú reuniu o que há de mais retrógrado no pensamento político do Brasil e de algumas outras nações. Maior destaque foi dado ao Presidente da Argentina, Javier Milei, e não sem razão. A

Comments


bottom of page