Nem todos podem ser fiadores

O articulista Thiago Amaro, analisando a situação política e a iminência da saída do general Eduardo Pazuello do Ministério da Saúde, comete um equívoco no texto em que diz ser o oficial-intendente um dos fiadores do Presidente da República. Quando se estabelece relação subserviente entre duas pessoas, o fiador não pode ser o serviçal. O contrário é o que acontece. O professor de Direito Constitucional da FGV/SP publicou Pazuello, o Zé gotinha sem fuzil, na Folha de São Paulo de segunda-feira, 15.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Menos mal

Continuará a chamar-se Praça Nestor Nascimento o logradouro da Praça 14. Houve recuo dos promotores de mais uma das muitas ignomínias que têm vitimado segmentos sociais desfavorecidos. No caso específ

Mercado

Oferta e procura se encontram. Ao final, chegam ao objetivo buscado: o preço. Simples assim, diria o obediente general Pazuello. Atento a isso que se considera a principal lei de um ser etéreo, invisí

O coringa desastrado (?)

Migrante ministerial, o réu confesso Ônix Lorenzoni troca de pasta como quem troca de roupa. Perece certo ministro da ditadura, pau para toda obra. Com uma vantagem sobre o pretenso candidato ao gover