top of page

Nada mais atual

De 24 a 27 deste mês, o trabalho nestes tempos tão atrozes para quem dele vive será objeto de oportuno e fundamental evento, promovido pelo Grupo de Pesquisa Subjetividade e Trabalho, da Universidade Federal da Paraíba. Apoiado por um leque de instituições que tratam do tema e seus correlatos, o Encontro Internacional sobre o Trabalho reunirá profissionais das mais diversas áreas, todos eles atentos às alterações ocorridas Mundo afora nas relações entre o capital e o trabalho. Entre nós, mais que assunto trivial, tais relações se têm prestado a toda sorte de desvios e percepções. Vai-se desde a proposital e lucrativa confusão entre ocupação e emprego, até a supressão pura e simples de conquistas alcançadas depois de árduo esforço e luta desigual. No primeiro caso, não tem sido outro o esforço do governo federal, aqui e alhures, em promover medidas que atendam satisfatoriamente o iníquo processo de acumulação. Os remendões feitos na legislação trabalhista e até em dispositivos constitucionais diz quase tudo. No outro, o insistente e cada dia mais vigoroso assédio aos centros de poder e decisão pelo patronato vão provocando retrocesso de que o próprio Getúlio Vargas sequer suspeitaria. Por isso, impõe-se à sociedade estar atenta às oportunidades que se vêm oferecendo de conhecer mais do problema e da possibilidade de tê-los equacionados e resolvidos. O EITA-2022, mais que a reiteração de atividade destinada a compreender o trabalho como fenômeno social e conhecê-lo como fundamental ao progresso das nações, significa avaliar as alterações que as relações capital-trabalho, no conturbado mundo dos nossos dias, vem impactando a vida das populações. Representantes de vários países estão no elenco de palestrantes, destacando-se dentre eles profissionais experimentados no estudo, na reflexão e na elaboração de propostas condizentes com a gravidade do problema. A título de exemplo, citamos a médica e professora da USP e FGV/SP Edith Seligmann-Silva, Dominique Lhuilier (França), Marianne Lecomblez (Portugal) e Andrea Pujol (Argentina).

Ainda há tempo para inscrever-se. O link é: https://www.eitajp.com.br/

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comments


bottom of page