top of page

Nüremberg não pode ser esquecido

Os desafios lançados pelo Presidente da República às instituições não são recentes, como se sabe. Quando ele desejou explodir a usina de abastecimento de água da cidade do Rio de Janeiro, manobras de toda sorte foram feitas, de modo a que ele se credenciou ao posto agora ocupado. O desfecho do processo a que se viu submetido na Justiça Militar é a pedra inaugural de sua carreira até aqui. Indisciplinado conforme os registros na força, o atual Presidente não obstante, foi tratado com estranha leniência pelos seus camaradas, de que resultou ser forçado à reserva, com uma promoção. Assim ele chegou ao posto de capitão. Por desmerecimento, não seria demais dizer. Fácil foi ingressar na vida política, tão desatento é o eleitorado à vida pregressa dos que lhe pedem votos. Os eleitores, em geral, não estão dentro dos quartéis, o que é diferente quando se trata dos militares de carreira. Por não se tratar de algo trivial, as indisciplinas cometidas pelo tenente e o processo levado pela Auditoria Militar competente à instância máxima da Justiça especializada não terá sido ignorada pela tropa, entre graduados e oficiais. De alto a baixo da hierarquia, é comum que as informações sobre o cotidiano castrense sejam conhecidas. Nos boletins de serviço, tanto quanto em outros documentos expedidos pelas autoridades militares, na caserna ou no órgão judicante. Os prêmios com que foi contemplado o atual Presidente estimularam-no a apostar em desafios permanentes e de crescente gravidade. Por isso, não é demais imaginar que fazer seus generais--auxiliares de gato-e-sapato, não constitui mais que um desafio aos brios dos antigos camaradas. Duvido que sejam numerosos os oficiais da ativa, de qualquer das armas, que não se sintam ultrajados diante do desprestígio das Forças Armadas, que o ex-companheiro promove e estimula no seio da sociedade. Em algum momento de sua passagem pela caserna, os oficiais sabem que ordens legítimas devem ser cumpridas, ordens manifestamente ilegais (pior, quando e a Lei Maior a ofendida!) devem ser rejeitadas. Mesmo em Nüremberg os lacaios de Hitler lograram êxito.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comments


bottom of page