top of page

Melhor data

Melhor data não poderia ser escolhida. O ilusionismo verbal, politico e sanitário não está completo, se escapam a ele certos setores de atividade. Para isso sempre é possível encontrar a subserviência e interesses difíceis de confessar. A economia amazonense ganha, agora, o ingrediente simbólico que lhe estava faltando. Primeiro de abril! Não há data melhor para assinar um decreto, implorado menos por bocas eloquentes que por joelhos postos no solo. Nada se ajusta tanto ao tema, ele mesmo nascido em berço forrado de promessas vãs e alimentado por mentiras sucessivas. Também em torno dele foi construído o paradoxo: é na capital que ostenta uma das primeiras posições no PIB gerado, que se registram alguns dos piores índices de bem-estar social. Qualquer número ou pretexto não será mais contundente que ligeira circulação pela cidade. Só não vê quanto sofre a maioria dos moradores de Manaus, quem não tem olhos de ver. Ou quem, beneficiário da desigualdade cuidadosamente criada, defendida, mantida e aprofundada, tem forte atração pela mentira. A resistência à repetição da tragédia que outro 1° de abril desencadeou, encontrou sucedâneo. E fará de Manaus seu triste palco. Como tem sido...

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comentarios


bottom of page