top of page

Mais um premiado

Atualizado: 30 de abr. de 2023

Primeiro, foi Chico Buarque de Holanda o agraciado. Não apenas com o maior prêmio literário em língua portuguesa, o Camões. A ausência da assinatura do ex-capitão considerado pelos superiores indigno de pertencer às forças armadas brasileiras foi o outro prêmio recebido pelo autor de Construção. Agora, o prêmio foi recebido pelo ministro da Agricultura, Carlos Fávaro. Ele acaba de ser desconvidado para a Agrishow. Os organizadores deram preferência a um igual, o ex-Presidente da república. Fávero agradeceu.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não fazem falta

Há indivíduos que, ausentes, fazem enorme favor aos outros. Cafu e Ronaldinho Gaúcho organizam um jogo entre veteranos, cuja renda se destinará às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Enquanto

O medo da urna

A credibilidade do governador Eduardo Leite afundou de vez nas águas do Guaíba e outros rios. Quando todas as cidades atingidas pelas enchentes baixarem, restará na lama o prestígio do governante. Alé

Provas provadas

A Revista de Saúde Pública, do Instituto Sérgio Arouca, tirou as dúvidas. Nós municípios em que o ex-capitão excluído das forças armadas e tornado inelegível venceu as eleições de 2022, o índice de mo

Comments


bottom of page