top of page

Médicos paulistas se manifestam

Firmada por todos os ex-Presidentes vivos da entidade, Carta ao Público de profissionais inscritos no Conselho Regional de médicos de São Paulo - CREMESP, reivindica a pronta e vigorosa manifestação da entidade sobre a situação sanitária do Estado. A atuação dos governos estadual e federal é criticada, em especial quanto à submissão dos aspectos científicos do problema da pandemia a interesses políticos entre interessados na disputa de cargos eletivos. Nem o governador paulista, nem o Presidente da República desfrutam da simpatia, do apoio e das graças dos médicos, cerca de 140 mil que se mantêm inscritos naquele Conselho. Houvesse mais entidades profissionais mostrando publicamente sua insatisfação, dificilmente o cenário seria totalmente voltado aos piores interesses e aos maus nefastos propósitos. Talvez o número de mortos pela covid-19 não fosse tão grande, nem o sofrimento sobretudo dos mais pobres chegaria ao ponto a que chegou. Sente-se pouca - ou quase nenhuma - mobilização dos advogados, classe de profissionais que tem trajetória marcada pelo patrocínio e apoio às melhores causas republicanas. Há como certo estado hipnótico, a impedir a reação que qualquer sociedade legitimamente empenhada em construir um mundo melhor renunciaria. Renúncia talvez seja a melhor palavra para denominar a conduta das lideranças dessas categorias.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não fazem falta

Há indivíduos que, ausentes, fazem enorme favor aos outros. Cafu e Ronaldinho Gaúcho organizam um jogo entre veteranos, cuja renda se destinará às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Enquanto

O medo da urna

A credibilidade do governador Eduardo Leite afundou de vez nas águas do Guaíba e outros rios. Quando todas as cidades atingidas pelas enchentes baixarem, restará na lama o prestígio do governante. Alé

Provas provadas

A Revista de Saúde Pública, do Instituto Sérgio Arouca, tirou as dúvidas. Nós municípios em que o ex-capitão excluído das forças armadas e tornado inelegível venceu as eleições de 2022, o índice de mo

Comments


bottom of page