top of page

Lições e Vida

Desejássemos todos todo tempo aprender, poucos teriam melhor momento como esse para fazê-lo. O perigo e os desafios que a Vida nos impõe parecem mais propícios ao aprendizado que os momentos de euforia. Mesmo que estes aconteçam e produzam alegria, exatamente porque os outros, cheios de circunstâncias adversas foram superados. Aprende-se, por exemplo, que o barro de que são feitos uns não é o mesmo barro usado na criação de outros. Que bons e maus convivem apenas porque aos bons não ocorre de quererem eliminar os diferentes. Vê-se, como se tem visto, a mensagem de que o olhar e o menor gesto de um fazem contrastar com o gesto e o olhar do outro. A ternura, o amor, a solidariedade extravazando da pupila de um correspondendo ao ódio, à agressividade, à grosseria do outro. Os braços e mãos acolhedores e hospitaleiros em correspondência com a hostilidade, a ameaça e a violência contida no outro. Pode-se encontrar certo tipo de sabedoria nessas diferenças, até o ponto de ver a contradição como princípio fundador da sociedade que se diz humana. Não fossem aqueles indivíduos avaros das condiçôes de que trata Hannah Arendt, como elaborar razoável conceito de humanidade? Como saber do dia, se não conhecemos a noite? Esta a lição aprendida, ao longo desses quatro anos brasileiros. Um período em que a dor foi maior, construída com o tecido de um vírus e os ingredientes extraídos de vermes com aparência que alguns ainda não perceberam nada ter de humana. Em todo caso, aprendemos. Porque aprendemos, mais aumenta nossa responsabilidade. Mais que ela, o compromisso de não cometer os mesmos erros. Além dele, o de pôr a lição aprendida a serviço da paz, da tolerância, do respeito ao outro, enfim - da Vida. Sem esquecer do dever e do amor com que nos conduziremos, enquanto os vermes se dissolvem no caldo de cultura que lhes é próprio.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comments


bottom of page