top of page

Futebol globalizado

Sabe-se do intenso fluxo de capitais (em geral papéis impressos ao invés de objetos produzidos) entre países. Diz-se até que o capital dorme (meia-verdade apenas) em uma praça, faz o desjejum em outra, para almoçar numa terceira. A merenda da tarde é sorvida em um quarto mercado (seja lá isso o que for), o jantar tem sua mesa posta alhures. Esse acelerado tráfego não está ausente no futebol. O resultado de algumas seleções nos jogos da Copa do Qatar mostram isso. Não só pela presença de atletas com duas nacionalidades nas equipes, também porque as técnicas e esquemas utilizados decorrem sobretudo do intenso fluxo de informações alimentado pelos chamados "olheiros" e pela comunicação entre treinadores. Negócio como outro qualquer, mais que contido na ludicidade prometida, o association revela-se altamente lucrativo. Não é à toa que a FIFA reúne maior número que a ONU dentre seus participantes.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Na real

Joe Biden parece prestes a cair na real. Se mantiver sua candidatura, poderá levar à derrota do Partido Democrata, nas próximas eleições. Agora, Barak Obama se integra aos setores desse partido que nã

Reforma e mentira

Aos cidadãos de boa vontade, os ingênuos sobretudo, recomendo a leitura de artigo publicado na Folha de São Paulo, dia 18 passado. Autoria de Vinícius Torre Freire, o texto trata da reforma tributári

Torto e tortura

É quase unânime (se o fosse totalmente, daria razão a Nélson Rodrigues - seria burra!) a constatação dos media: o discurso de paz proferido por Donald Trump, na oficialização de sua candidatura, durou

Comments


bottom of page