top of page

Fleuma e indignação

Em que pesem os resquícios vitorianos, a sociedade britânica é vista como dotada de pelo menos duas qualidades que se costuma associar ao nível de civilização alcançado. Uma, a fleuma, sugere certa frieza elegante, a conter sentimentos e propósitos - às vezes, mesmo à custa de mal-estar individual. Contêm-se as reações açodadas e mal-humoradas, atrás de um humor fino, mais para ironia que para a pilhéria. Essa a imagem projetada, que muitos tomam por demonstração de superioridade; outros a têm como produto puro e simples da hipocrisia. Como não há contradição nos termos, chega-se a admitir necessárias, em doses nem sempre correspondentes ou iguais, a hipocrisia e o ceticismo como estratégias de sobrevivência em ambiente selvagem como o em que convivemos atualmente. Assim, cinismo e ceticismo passam a pertencer ao arsenal onde as pessoas podem encontrar os meios com que enfrentará ambiente cada dia mais hostil. Ruy Barbosa teria dito isso, ao afirmar antever o dia em que a pessoa teria vergonha de ser honesta. Dê-se de barato que nem tudo pode ficar claro nas monarquias, herdeiras como se sabe, da tradição atribuída pelos deuses aos membros da Corte. Com Montesquieu e sua celebrada, pouco entendida e sofregamente esquecida divisão tripartite dos poderes, deveria ser diferente. Não o é, porém. Aqui e lá, portanto, cenas de igual (des)qualidade podem ocorrer, para o bem e para o mal. Tanto quanto se diz (ou dizia?) dos brasileiros sermos alegres, cordiais, simpáticos, tem-se dito dos britânicos serem frios, elegantes, fleumáticos. Nem sempre, dirão os mais atentos. Tanto num caso quanto no outro. Por muito menos do que se tem testemunhado aqui, o chefe de governo de lá arruma as gavetas e deixa o poder. Isso, depois de rejeitado pelos que antes o apoiaram com entusiasmo, tornando-o Primeiro-Ministro. Aqui, ao contrário, os riscos de ser afastado do poder, quando a voz do povo - que só as urnas registram e consagram - só faz aumentarem as ameaças contra a sociedade. Os apoiadores, cada dia reduzidos ao estamento militar, insistem em aventura golpista já tentada e apenas parcialmente executada. Aos protestos de rua às proximidades da Downning Street, 10, Boris Johnson respondeu com o pedido de renúncia. Os protestos daqui têm sido enfrentados com chuvas de merda. Cada qual dá o que tem...

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comments


bottom of page