Ensaio

Um grupo de professores da PUC-SP organiza um Tribunal do Genocídio, a realizar-se dia 25 de novembro próximo. Presidido pela desembargadora paulista Kenarik Boijikian, tendo na acusação a ex-Procuradora Geral da República, Débora Duprat, e na defesa o advogado Fábio Tofic Simantob, o júri discutirá a responsabilidade do governo brasileiro pela mortandade devida à covid-19. A sessão acontecerá no TUCA, local onde o Comando de Caça aos Comunistas empastelou o espetáculo Roda Viva, durante a ditadura. O Tribunal do Genocídio pode ser um ensaio para sessão de igual finalidade, já proposto ao Tribunal Penal Internacional contra o Presidente do Brasil.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Os que costumam visitar esta nau têm bom programa para o crepúsculo desta quinta-feira. Lendo seu poema Fractais, no Recital Literário da Editora Scortecci, às 19:30(BSB) estará o tripulante PAULO EMÍ