top of page

Devotos ou de votos

Piedosos fiéis paraenses preparam-se para, neste Círio, saudar com grito conhecido o candidato à reeleição que ele prometera extinguir. Nos intervalos dos hinos religiosos cantados em louvor de N. S. de Nazaré, homenagearão o polirreligioso cuja fé é inversamente proporcional ao tamanho das mentiras por ele proferidas. Seu opositor, católico, estará ausente, porque se dedica a cultuar Jesus e os santos católicos todo dia. Para ganhar o céu, não o Erário. Antes, pode ser que o indesejado visitante (disse-o a Arquidiocese de Manaus, em nota) saiam chutando imagens de santos católicos, hábito há tempos conheciido.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não fazem falta

Há indivíduos que, ausentes, fazem enorme favor aos outros. Cafu e Ronaldinho Gaúcho organizam um jogo entre veteranos, cuja renda se destinará às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Enquanto

O medo da urna

A credibilidade do governador Eduardo Leite afundou de vez nas águas do Guaíba e outros rios. Quando todas as cidades atingidas pelas enchentes baixarem, restará na lama o prestígio do governante. Alé

Provas provadas

A Revista de Saúde Pública, do Instituto Sérgio Arouca, tirou as dúvidas. Nós municípios em que o ex-capitão excluído das forças armadas e tornado inelegível venceu as eleições de 2022, o índice de mo

Comments


bottom of page