top of page

Dalmo de Abreu Dallari

Lamenta a comunidade jurídica do País, e com ela os cidadãos avessos à ditadura, à tortura e à violência, a morte ontem de um dos mais eminentes advogados do Brasil. A nota abaixo, publicada em jornal de São Paulo, registra a morte de Dalmo de Abreu Dallari. Mais que um profissional, uma legenda que deve servir de exemplo.


Morreu nesta sexta, dia 8 de abril, aos 90 anos, Dalmo de Abreu Dallari, um dos maiores juristas brasileiros. Ele foi Professor Emérito da Faculdade de Direito (FD) da USP, onde se formou e cumpriu longa trajetória acadêmica até chegar ao cargo de diretor. Ele deixa esposa, sete filhos, 13 netos e dois bisnetos e várias gerações de alunos e seguidores, aos quais se dedicou em mais de 60 anos de magistério e atuação na promoção dos direitos humanos.

O sepultamento de Dalmo ocorreu nesta tarde.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mandatos pró-ambiente

PSOL e Rede inscreverão 11 de seus filiados para concorrer nas próximas eleições municipais. Eles são candidatos a uma vaga coletiva, para defender o meio ambiente, diante da degradação por que passa

Genocídio dos indígenas

Vai de vento em popa o processo de exterminação das populações e povos originários nas terras a que os europeus chegaram em 1500. O Conselho Missionário Indigenista, o bravo CIMI, ainda dia 16 deste m

TRE convida Comitê Anti-Corrupção

O Comitê Amazonas de Combate à Corrupção participará, na tarde de hoje (15:00) da Reunião Geral de Combate à Desinformação com os institutos de pesquisa eleitoral, no Plenário do TRE/AM. Será discutid

Comments


bottom of page