Comecemos a contar

Cuidem-se os grafiteiros, os pichadores e os moradores de rua. Se não, também outras pessoas que costumam transitar a pé pela cidade. Logo, logo a guarda municipal passará a usar armas. Como se fossem poucas as armas em circulação, estimulada pelas políticas de segurança (para uns) e insegurança para a maioria (dos pobres, sobretudo), adotadas também para o Município de Manaus. Acompanhar a quantidade de homicídios, para adiante compará-la com os futuros registros é de bom aviso. Também reservar recursos para construir novas penitenciárias vem a calhar.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Os que costumam visitar esta nau têm bom programa para o crepúsculo desta quinta-feira. Lendo seu poema Fractais, no Recital Literário da Editora Scortecci, às 19:30(BSB) estará o tripulante PAULO EMÍ