Coerência e convergência

Diga-se o que se disser, o depoimento mais inteligente e lúcido prestado à CPI da covid-19 foi o da médica Mayra Pinheiro. Mostrando conhecimento de causa, fluência e discernimento, ela deixou claro algo que todos os seus antecessores no órgão do Senado não lograram fazer: a transparência. Em nenhum momento ela desdisse alguma afirmação feita antes, seja qual for a qualidade de suas convicções. Ela aposta na hidroxicloroquina, na evermectina e drogas assemelhadas, mais que exige obediência às recomendações da Ciência. Também põe muitas de suas fichas na crença de que a imunidade de rebanho é útil à população. Suas declarações, ademais, se postas no contexto mais amplo que ela sempre exigiu fosse observado por seus interrogadores, ajuda a desenhar o cenário. Quando o sinistro da Economia afirma que ajudar os pequenos nada traz de benéfico, ele apenas traduz na linguagem própria o que a médica diz no jargão que ela bem domina. Quando o chefe de todos promove aglomerações, ignora o valor do uso da máscara de pano ou outro material que não a pele, e ajuda o vírus a multiplicar vítimas, sua conduta em nada destoa das convicções da Secretária do Trabalho e Educação do Ministério da Saúde. Se os senadores não perceberam, as palavras de Mayra Pinheiro confirmam a necropolítica que fundamenta as decisões e ações do atual governo. Eliminar a pobreza pelos que a detêm é muito mais fácil que redistribuir a riqueza. A tarefa fica ainda mais fácil, se um vírus saído de onde for, ajudar a cumpri-la. Atraso na compra de vacinas, carência de oxigênio, falta de suprimento de materiais, extravio de oxigênio, fornecimento de medicamentos, equipamentos e profissionais, portanto, não são sequer acidentes de percurso. Atendem a um propósito, só que diferente do que se pensa que a maioria da população quer. Simples assim, como se tem ouvido dizer...

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Na linha de tiro

Cresce a literatura sobre o infausto período histórico de que somos protagonistas e pacientes. Têm-se posto em questão fenômenos relacionados sobretudo à fragilização da democracia. Pouco a pouco, sen

Menu da babugem ou da xepa

Confesso minha dificuldade em atribuir algum adjetivo suficientemente justo para qualificar o desqualificado sinistro da Economia. Ele não é o único nesse governo a reunir desqualidades tão agressivas

Estreitam-se os caminhos

Os que propalam situar-se no centro ou na centro-direita do espectro político começam a perder as esperanças de constituir o que chamam terceira via. A expressão vem sendo usada para identificar os qu