top of page

Amazônia - selva e crime

Organizada na forma de um thriller, a narrativa percorre 17 operações da PF, acompanhando o raciocínio de quem persegue o bandido. O relato, no entanto, começa pelo desfecho, o embate de Saraiva com o então ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, em 2021, que levou ambos a perderem os seus cargos.

*Alexandre Saraiva, 53

Nascido em São Gonçalo (RJ), é formado em direito pela UFF (Universidade Federal Fluminense), com doutorado em ciências do ambiente e sustentabilidade na Amazônia pela Ufam (Universidade Federal do Amazonas). É delegado da Polícia Federal há 19 anos. De 2011 a 2021, foi superintendente regional em três estados da Amazônia Legal (Roraima, Maranhão e Amazonas).

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mitigam sem resolver

Dia 26 próximo, o MCT apresentará proposta de restruturação das carreiras de ciência e tecnologia. Espera-se que o INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia será contemplado com 814 vagas, co

Boiada virtual

Um falso pecuarista sonegou 300 milhões de reais em impostos, negociando rebanhos clandestinos, com base no Maranhão. Falsificação de documentos era outro dos negócios de José Roberto Viana. Outras 20

Comments


bottom of page