A turbidez das águas

As águas que correm nos vários cursos espalhados pela capital do Amazonas e em todo o território estadual nem sempre são escuras. Mais escuras que elas é o líquido encontrado no cérebro de muitos dos agentes responsáveis pela calamidade que as enchentes determinam, ano-após-ano. Se, no Nordeste, a seca é a manjedoura onde se alimenta o apetite voraz de muitos, das águas amazônicas faz-se a sopa que mata a fome dos daqui.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Amazônia sendo devastada, o Presidente vendendo gato por lebre no exterior e o vice-Presidente, investido das funções de xerife da Amazônia, só agora soube da devastação. Do círculo de ferro das fak

Segue em marcha batida o processo que tentará impedir a participação do Presidente e excluir o até agora imbatível ex-Presidente Lula das eleições de 2022. Os media já noticiam o interesse do centrão

Sinto envelhecer, quando: o casamento, no passado formador de famílias, passou a ser um organizador de quadrilhas; o desvio de dinheiro púbico era chamado desfalque, não comissionamento; o patriota e