A moeda margarida

Redução de salários dos servidores públicos; proibição de concursos para o serviço público; desqualificação dos funcionários; cassação da estabilidade funcional. Esse o mantra altissonante, sob o pretexto da falta de recursos financeiros. As reservas cambiais que nunca foram usadas para resolver problemas recorrentes são usados para evitar a subida do dólar. E, de repente, não mais que de repente, do pote na ponta do arco-íris saem mais de R$ 80 bilhões. Apareceu a margarida! Só o coronavírus não deixa pensar em conto de fadas....

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ser velho no Canadá

Há sociedade em que se pensa mudar a natureza das coisas dando-lhes outros nomes. No Brasil, por exemplo, pensa-se estar melhorando a vida dos velhos chamando-os de idosos ou à faixa etária por eles o

Menos mal

Continuará a chamar-se Praça Nestor Nascimento o logradouro da Praça 14. Houve recuo dos promotores de mais uma das muitas ignomínias que têm vitimado segmentos sociais desfavorecidos. No caso específ

Mercado

Oferta e procura se encontram. Ao final, chegam ao objetivo buscado: o preço. Simples assim, diria o obediente general Pazuello. Atento a isso que se considera a principal lei de um ser etéreo, invisí