95 anos de Thiago de Mello

O editor participa das homenagens ao poeta da claridade, que mais canta, quanto mais escuro está. O poema-homenagem pode ser lido nestas páginas (Nauta, vídeos) ou em videocultura.manaus.am.gov.br Neste link será encontrada a justa e oportuna manifestação de intelectuais admiradores do autor de Estatutos do Homem, obra das mais expressivas da poética brasileira.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mercado

Oferta e procura se encontram. Ao final, chegam ao objetivo buscado: o preço. Simples assim, diria o obediente general Pazuello. Atento a isso que se considera a principal lei de um ser etéreo, invisí

O coringa desastrado (?)

Migrante ministerial, o réu confesso Ônix Lorenzoni troca de pasta como quem troca de roupa. Perece certo ministro da ditadura, pau para toda obra. Com uma vantagem sobre o pretenso candidato ao gover