top of page

40

Foram os dias

flutuantes de Noé

explorador do cio

de tantos pares

promessa de encher

de habitantes

rios florestas lagos

ilhas montanhas

mares...


quantos os anos

a Moisés dados

em trabalhosa cansativa

procissão

caminho esperançoso

para chegar

à sua terra da

promissão


quanto durou o jejum

de um salvador

as olivas desdenhadas

ao redor

necessário visitar o templo

vergastar o infiel

empedernido

com o chicote

promover-lhe o exemplo


nascido o filho

opulenta ou pobre

seja a cena

cercando a esperança

pelo amor desatada

que a bonança

chegue após a

quarentena


com Maomé

o tempo não se

fez diferente

Saul Salomão e Davi

de suas vidas

quatro décadas

dedicaram

a conduzir sua gente

numa busca incessante

envolvente


agora aturdidos

acovardados

frágeis sobreviventes

por um vírus

humilhados

vermes bípedes

de amor insolvente

solvem esperanças

sonhos muitas vezes

mal sonhados...

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Desperdício

José Seráfico Não se admirem se alguém disser que isso é normal nem se surpreendam com a indiferença diante de tanto mal o que se tem feito à infância às velhas e velhos às mulheres aos negros promoçã

Quando e onde

Quantos serão os mortos? Onde explodirá a próxima bomba? Quando? Quantos se juntarão às centenas de milhares o vírus armado de natural letalidade cumprindo parte da tarefa a que outros (vírus ou verme

Porvir anunciado

Quero comer todo dia sonho com vida feliz o direito de sorrir é isso o que o povo diz e vê no que está por vir quando janeiro surgir De Porto Alegre, Florianópolis, dos Pampas, de Curitiba do Acre e d

Comments


bottom of page