Trumpetada à brasileira

Os números a que economistas desavisados costumam atribuir mágicas virtudes parecem incômodos, quando não cabem nas contas com que grande parte desses profissionais tenta vender seu peixe. E reduzir a realidade. Donald Trump, o quase ex-Presidente dos Estados Unidos da América do Norte funda escola orientada por essa conduta. Por isso, 306 delegados e mais de 10 milhões de votos valem menos que a votação e os delegados conquistados por Joe Biden. Aqui, a rejeição aos candidatos apoiados pela pretensa cópia de Trump será objeto de análise, por especialistas e palpiteiros em geral, mas não são estes o alvo do interesse geral. Interessa à população o que dirá o Presidente da República. E, sejamos sinceros, não porque dele se espere alguma reação ou apreciação razoável. Isso seria ignorar a trajetória, o estilo e o destempero do ex-capitão. Olhe-se o mapa do Brasil, verifique-se o resultado eleitoral. Se passamos 16 anos para testemunhar o declínio do Partido dos Trabalhadores, menos de dois anos bastaram para desmascarar uma das mais escandalosas farsas políticas de que se tem notícia na Terra da Santa Cruz. Trompetes precisam ser bem afinados, em especial quando o apocalipse tem interrompido o som de suas trombetas.

2 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Repondo a verdade

A necessidade de uma reforma administrativa parece-me indiscutível, mas por motivos e com finalidades absolutamente contrários aos que vêm propalando governo, congressistas e patrões. Com o coro engro

O Rubicão de cada um

Difíceis, muito difíceis – e tenebrosos, os dias que temos vivido. Digo da morte imposta a toda uma população, aqui como em outros lugares do Mundo. A rejeição da Ciência, a agressão aos direitos fund

Fora!