Troca de protagonistas

É comum dizer-se, para contestar decisões oficiais, que a raposa tomará conta do galinheiro. A prática agora é levada a mais que o galinheiro. Um capitão do mato foi mandado presidir a Fundação Cultural Palmares. Certamente, tem "alma branca" o senhor Sérgio Nascimento de Camargo. Para ele, racismo no Brasil é potoca. O movimento negro deve é ser extinto, diz ele, dentre outras pérolas do preconceito lançadas contra os que não têm pele branca e olhos azuis.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A primeira - de muitas outras

A enfermeira Mônica Calazans, do Instituto Emílio Ribas, de Sao Paulo, foi a primeira vacinada com a Coronavid, em território brasileiro. Porque o governo decidiu pôr-nos na lista dos mais atrasados p

Necessário e oportuno manual

Manual de libras para ciências: a célula e o corpo humano [texto] / organizadores, Bruno Iles, Taiane Maria de Oliveira, Rosemary Meneses dos Santos, Jesus Rodrigues Lemos. – Teresina: EDUFPI, 2019. 8

A chuva paga o pato

Um novo pretexto integra agora o elenco de responsáveis pelo pandemônio instalado em Manaus, com o agravamento da pandemia. Pelo menos, para o General-Ministro Eduardo Pazuello, a chuva é a culpada. M

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.