Tortura e mentira

Simpático à tortura como expediente oficial, o Presidente Jair Bolsonaro introduziu na vida pública brasileira o mais perfeito par para a monstruosa prática: a mentira. Uma e outra se completam, as duas faces da (sem alusão) laranja. A agência de checagem da veracidade das mensagens Aos fatos registra 1.355 vezes em que foram postados conteúdos - sejamos elegantes - inverídicos, nos perfis do Presidente. Quase três mentiras por dia, desde 01 de janeiro de 2019. Mariliz Pereira Jorge, a jornalista que publicou esses números, chama-o, por isso mentiroso compulsivo.

0 visualização

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.