Tola malícia


De abril até agora, mais de 1.300.000 trabalhadores perderam seus empregos. As vagas fechadas foram cerca de 950.000 em abril; 350.000 a foice cortou em maio. Porque em junho perderam-se pouco menos de 11.000 postos de trabalho, há gente festejando. A queda no número pode dizer quão pouco resta de empregos num país em flagrante processo de desindustrialização. A aparente malícia dos interessados em camuflar a realidade esbarra na impossibilidade de esconder o que é apenas repetição e no que resta de lucidez mesmo dentre os desempregados. Desde 1992, os números jamais foram tão atrozes.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Aprendiz

As trapalhadas que envolvem o Prefeito de Manaus revelam quão mal faz à população eleger pessoas sem competência para gerir o interesses coletivo. O desvio de vacinas para aplicação em amigos fora da

Então, tá!

O Prefeito de Manaus pensa que todos os demais são burros. Ou absolutamente imbecilizados. Nem sabe a diferença entre esperteza e inteligência (que, demasiada engole o dono, como dizia Tancredo Neves

Não é alpiste

Torcendo pela saúde restabelecida do ridículo Luciano Hang, mais a fazer é esperar dele comportamento adequado à sociedade dos homens. Seu aspecto de periquito, motivo para boas risadas, não o autoriz

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.