Terceira idade e pandemia


Pandemia e terceira idade.


Estou na terceira idade.

Não sei se existe a quarta.

Espero que sim.

Quero chegar lá.

Dizem que estou ficando teimoso.

Que faço coisas de jovens.

É para matar as saudades.

O problema é que elas ressuscitam.

Sigo as recomendações do meu geriatra.

Remédios de hora certa; esquecidos!

Exercicios leves; as vezes me empolgo.

Resultado. Acidente domestico.

Pandemia? Grupo de risco?

Distanciamento social?

Me sinto um passarinho na gaiola.

Sabe voar mas não tem espaço.

Tenho toda a paciencia do mundo.

Mas só tenho uma cabeça.

É muita informação, neuronios em confusão.

Peço que me perdoem.

Não me disseram que haveria tanto mal.

Amigos e parentes se vão; sem despedidas.

Só não quero ficar sozinho.

Com recordações sendo esquecidas.

Ruy da Fonseca.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A ETERNIDADE DO NOSSO AMOR

O relógio despertara às seis horas da manhã, mas a chuva forte insistia que eu permanecesse em seus braços, como se houvesse uma relação de harmonia entre os pingos d'água sobre o telhado e as batidas

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.