Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.

Soco no estômago

Quanto mais se sabe a respeito dos porões da Lava Jato, mais aumenta a indignação dos cidadãos. Não daqueles que à luz solar não encontrariam sombra. O que lhes tem faltado em talento, aptidão e honestidade para ganhar a vida dignamente, sobra-lhes em audácia e desfaçatez. Justificam, assim, a velha expressão: quem não puxa saco puxará carroça. Só que nem se dão conta de outra verdade embutida: não é da força física que se fala, mas da tibieza de caráter.

Prejudicial a uma sociedade que se pretende construir segundo a justiça e obediente aos valores do que se pensa ser a democracia, o sentimento dos puxadores sai do tom. Eis porque delinquentes usem das mesmas práticas dos que acusam, mesmo se sua posição oficial exija conduta diferente.

Ainda agora, nem posta em vigor a antirreforma previdenciária, economistas da UNICAMP engrossam o coro dos resistentes a mais um esbulho contra os trabalhadores. Em trabalho que circula nas redes (anti)sociais, desmascaram os falsos argumentos dos pseudo-reformistas. No endereço www.cartacapital.com.br/economia/pesquisadores o interessado saberá mais.

Fake news fazem mal, mas informação colhida de boa fonte pode ser antídoto eficiente.

2 visualizações