Sem ismos

Nem indigenismo, nem desenvolvimentismo. Não importam os ismos de que se valem os debatedores, desde que respeitemos a “história dos povos amazônicos, suas culturas, seu estilo de vida”. Esta, no meu entender, a síntese do pensamento do Papa Francisco, como ele afirmou já no primeiro dia de trabalho do Sínodo para a Amazônia. “Todos os povos têm sua sabedoria, autoconsciência, uma maneira de ver a realidade, uma história e tendem a ser protagonistas de suas histórias com essas qualidades” – disse ainda Francisco.

0 visualização

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.