Robin-Hood às avessas

Presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico- CODEC do Pará, o engenheiro Lutfala Bitar assina oportuno e interessante artigo publicado na imprensa paraense, no domingo 16 de agosto. Tratando da renovação da concessão da Estrada de Ferro Carajás à Companhia Vale do Rio Doce, meu colega no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República - CEDES, o também Presidente da Associação Comercial do Pará denuncia mais uma das muitas decisões governamentais lesivas à Amazônia. Embora esse não seja fato isolado, nem inédito, nunca será demais denuncia-lo. Em especial, porque repete vieses que remetem para as calendas qualquer propósito de reduzir as desigualdades sociais e regionais. Não obstante esses serem alguns dos objetivos constitucionais. Quem duvidar, que leia o artigo 3° da chamada Lei Magna.

Informa-nos Lutfala da renovação antecipada em 7 anos da concessão da ferrovia à mineradora que governo do PSDB transferiu para o controle do capital privado. O propósito do governo, segundo o articulista, é investir na construção de outra ferrovia, desta vez ligando a cidade de Mara-Rosa (GO) à de Água-Boa (MT), com 348 quilômetros de trilhos, a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste. O chamado investimento cruzado favorecerá o transporte da da produção daquela região para os portos de Itaqui(MA) e Santos (SP). Nada contra o desenvolvimento do País, seja qual for o Estado interessado e beneficiado pelos investimentos públicos. Desde que recursos gerados em uma região mais pobre não sirvam para impulsionar unidades federativas que desfrutam de condições de vida de suas populações mais favoráveis. É exatamente este o caso, como informa o Presidente da CODEC. Maranhão e Pará registram a renda domiciliar de seus habitantes em 635 e 806 reais, respectivamente. Em Goiás e Mato Grosso tal índice marca 1.306 e 1.402 reais. Não se trata nem de descobrir um santo para cobrir outro. Porque santos é só o que não há nessa história toda. A não ser o que receberá a riqueza produzida no Centro-Oeste.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

As eleições e as análises

Aos poucos, vão aparecendo nos media análises menos inconsistentes em torno do resultado eleitoral. Ainda que persistam certos equívocos (talvez não apenas só isso), a percepção dos observadores se va

Secula seculorum

Secula seculorum Até que enfim, encontro dois textos esclarecedores, em relação à eleição municipal deste ano. A jornalista Tereza Cruvinel e o professor Aldo Fornazieri são os autores, para cujo conh

Revolução à francesa

Ruas próximas á praça da Bastilha, em Paris, transformaram-se em campo de batalha na tarde do último sábado. A manifestação popular tentava impedir a imposição de lei de proteção das forças policiais

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.