Rima pobre

O anúncio da criação da Secretaria da Amazônia e a visita do vice-Presidente a Manaus reiteram a conduta rotineira do governo: entraram em marcha-a-ré. Podem ter o mesmo destino de outros anúncios, que terminaram provocando recuos. No caso mais recente, corremos o risco de ver tudo acabar em fancaria. Pode não trazer uma solução, mas a Secretaria não passará de uma rima, pobre - o que é pior.

0 visualização

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.