Rescaldo da pandemia

Muito se tem falado em novo normal, como se a novidade entre nós contivesse alguma coisa de inédita. No máximo, experimentamos a sensação do déja vu, tanta a semelhança do passado com o que proclamamos novo. A tentativa de especular sobre o que restará aos pósteros quando a covid-19 tiver sido efetivamente controlada aparece montada em quadrúpedes esperanças. Nada mais. Enquanto médicos e profissionais da saúde entregam sua vida (até mesmo no sentido literal da expressão) para manter vivos os infectados, outros vivos tratam de roubar os recursos que deveriam dar combate ao mal. Enfim, são males que se encontram - o vírus assassino e os vermes vestidos de gente. O que esperar, sabendo-se da prosperidade da necropolítica, da violência cultivada, do absoluto desrespeito aos elementares direitos do ser humano? Cada dia estamos mais próximos da barbárie original.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Melhor calado

Afinal, o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso se manifestou. Desta vez, para recriminar correligionários e liderados aptos a se alinhar com Henrique Lira, na disputa pela Presidência da Câmara dos

Mestra da vida

Ver os acontecimentos quando eles estão ocorrendo é bom. Mas não dispensa conhecermos os fatos que não vimos quando ocorriam. Quem quiser saber mais sobre a participação dos militares em nossa vida po

Nossas reservas

É comum a ignorância e a insensatez ocuparem todos os espaços, quando o ambiente é escurecido, seja lá pelo que for. Isso gera a impossibilidade até de se encontrar o caminho por onde seguirão nossos

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.