Rende mais


Se o Bolsa-Família evita a morte por inanição ou prorroga um pouco a vida de milhões de brasileiros, ela não traz o retorno desejado pelos governantes. Talvez aí esteja a verdadeira e forte razão de o Programa ter perdido 83 milhões de reais para a SECOM- Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Há certa coerência trágica com o que disse no espetáculo de 22 de abril, o sinistro da Economia. Nada se ganha ajudando os pequenos; é grande o ganho, quando se ajuda o grande.

0 visualização

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.