Rato e montanha

O pífio depoimento de Sérgio Moro decepcionou parte dos seus cegos admiradores, e pode ter surpreendido os fanáticos do bolsonarismo. Os primeiros não terão como ignorar a por enquanto aparente inconsistência do dedurismo do ex-Ministro da Justiça. Os outros alimentavam certa intranquilidade. Afinal, devem saber do que seu ídolo é capaz. Agora fica mais clara a imagem do rato que abandona o navio, tanto quanto o tamanho moral do ex-Juiz. Do parto, porém, não saiu a montanha, mas um monte...sabe-se lá de quê. Há muito equilíbrio e equivalência, entre acusador e acusado.

0 visualização

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.