top of page

Quem não faz o menos não pode o mais

O desaparecimento de 21 armas de um estabelecimento do Exército, em Barueri, SP, não exige menos que rigorosa, completa e conclusiva investigação. O fato em si pode gerar dúvidas em nada lisonjeiras para aquela arma, não bastasse a conduta de numerosos de seus integrantes envolvidos nos atos criminosos agora investigados em várias instâncias. Como sentir capacidade de bom desempenho das funções de defesa do território nacional, quando isso não é alcançado sequer numa limitada área de sua jurisdição? Pergunta que não pode ficar sem resposta.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Vacina necessária

Logo os negacionistas protestarão. O que lhes pode interessar, diante do anúncio da celebração de um acordo entre laboratórios, para a criação de uma vacina anti-mal de Alzheimer? Só quem nada sabe so

Convívio versus hostilidade

Está lá, na página 41 da edição da última quarta-feira, no Estadão. O artigo em que o festejado antropólogo Roberto da Matta coloca interessante e oportuno dilema. Entre os que convivem em paz e integ

Símbolos

Vera Rosa, colunista do Estado de São Paulo, considera as enchentes do Guaíba a covid de Lula. Não destaca a diferença de conduta do triPresidente, em relação ao seu antecessor. Mas elege três símbolo

Commentaires


bottom of page