Pergunta não ofende

Acusaram o cara de tudo, parece até que ele era um dos bandidos mais procurados do Brasil”. Isso foi o que disse o Presidente da República, para responder às críticas dos insatisfeitos com a indicação do desembargador Kássio (com K) Marques Nunes para a vaga do Ministro Celso de Mello. Em outras oportunidades, como a do ex-quase-futuro Ministro das Educação Carlos Alberto Decotelli da Silva, foi diferente a resposta de Bolsonaro. O tamanho da diferença pode ser dado por uma circunstância nada desprezível. Já nomeado, Decotelli não chegou a tomar posse. As mentiras contidas no currículo do Ministro-iminente serviram à desistência do Presidente. Ou, usados critérios e palavras do Presidente a respeito de Kássio com K e o recuo em relação a Decotelli indica ser este um dos bandidos mais procurados do Brasil?

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Saída difícil

Imagine-se um carro Ford-T trafegando nas ruas das grandes cidades. Por mais agradável que fosse conhecer aquele símbolo do mundo industrial emergindo, ninguém negaria o anacronismo da paisagem. Pois

Quem quiser, que o compre

Assisti à sessão híbrida em que a Câmara dos Deputados confirmou a decisão unânime do Supremo Tribunal Federal, determinando a prisão do deputado Daniel Silveira. O relatório lido pela autora, deputa

O povo contra a democracia - conclusão

É na última Parte (de número 3, Remédios) que o livro apresenta suas recomendações ou, no mínimo, suas cogitações voltadas para a superação da crise: a domesticação do nacionalismo, o conserto da econ

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.