Para que União?

Agora, é o Ministro Celso de Mello quem lembra que há rituais políticos a serem obedecidos pelo Presidente da República. Um deles, lembrar de suas responsabilidades como representante da União, no arranjo institucional dos três poderes. É a primeira vez que testemunho declarações tão contundentes de um membro do Supremo sobre um Presidente da República. Que fez por merecer.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mercado

Oferta e procura se encontram. Ao final, chegam ao objetivo buscado: o preço. Simples assim, diria o obediente general Pazuello. Atento a isso que se considera a principal lei de um ser etéreo, invisí

O coringa desastrado (?)

Migrante ministerial, o réu confesso Ônix Lorenzoni troca de pasta como quem troca de roupa. Perece certo ministro da ditadura, pau para toda obra. Com uma vantagem sobre o pretenso candidato ao gover

</