O xadrez

Talvez os descendentes dos habitantes originais da Terra da Santa Cruz jamais tenham sido tão maltratados quanto hoje. Trava-se contra eles verdadeira guerra; de extermínio, o que é pior. A substituição de antropólogos por agrônomos, na FUNAI de Pernambuco, coloca as pedras na mesa e torna claro o xadrez: agronegócio versus populações indígenas. O jogo está jogado e quem manda nele, por seu poder, não são os peões. Rei, rainha, torres, bispos e cavalos têm mais força. Ainda assim, possivelmente menor do que a sociedade a tem.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Ressaca eleitoral

O pós-eleição põe a mente dos observadores a ferver. Tanto os que viram confirmadas suas nem sempre fundadas previsões, quanto os profetas dos fatos consumados. A grande maioria, apostando em que a má

Encontro de Artes

Organizado pelo arte-educador e ator Iram Lamego, a Casa de Teatro Taua-caá e a Associação de Teatro da Periferia realizarão o 5° Encontro de Artes. Programação que inclui artes visuais, teatro, dança

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.